sábado, abril 16, 2005

UM LONGO FILME DE NOIVADO

Quando, em 2003, se estreou na realização de longas metragens com "Joga Como Beckham" (Bend it Like Beckham), a indiana Gurinder Chadha consegui alcançar algum sucesso e mediatismo através desse pequeno filme de baixo orçamento, que agradou a uma considerável parte da crítica e do público.

Mistura de drama e comédia, a película focava o choque de culturas, nomeadamente a indiana e a britânica, e possuia méritos suficientes para se tornar numa obra simpática e divertida, ainda que pouco ambiciosa e algo irregular.

Com "A Noiva Indecisa" (Bride & Prejudice), a realizadora volta a investir em temáticas semelhantes, oferecendo mais um olhar sobre os costumes indianos e a readaptação destes aos hábitos e comportamentos da sociedade ocidental de hoje.

Levemente inspirado no romance "Orgulho e Preconceito", de Jane Austen, o filme debruça-se sobre Lalita, uma jovem indiana que se vê incitada pelos pais a casar rapidamente, mas resiste pois defende que só aceitará fazê-lo por amor e nunca por dinheiro. A obstinada renúncia ao matrimónio acaba por demover-se quando a protagonista conhece um ocidental proveniente de famílias abastadas e aos poucos descobre que partilha com ele múltiplos pontos comuns.

Gurinder Chadha apresenta uma história de amor com alguns toques de comédia, centrando-se nos obstáculos despoletados pelos contrastes culturais. Repete-se, em parte, a fórmula de "Joga Como Beckham", mas desta vez os resultados não são tão convincentes e apelativos.

Os desequilíbrios começam nos actores, desprovidos de carisma e credibilidade, em especial o par principal (a belíssima Aishwarya Rai e Martin Henderson), que apesar da inegável fotogenia não possui química nem vibração. Outro dos problemas é o rotineiro e previsível argumento, com uma escassa tensão dramática e raros momentos surpreendentes.

As personagens são unidimensionais e genéricas e as situações não evitam os rodriguinhos fáceis das mais preguiçosas comédias românticas ou mesmo um dispensável registo folhetinesco.

"Joga Como Beckham" continha uma série de inspiradas cenas de típico humor britânico, mas em "A Noiva Indecisa" esses episódios são quase nulos e o tom espirituoso dá lugar a uma pouco conseguida vertente melodramática. A realizadora insere alguns momentos basedos nos musicais de Bollywood de forma a dinamizar a acção, mas mesmo estes tornam-se cansativos, apostando num kitsch redundante e pouco natural.

Enquanto perspectiva sobre as diferenças culturais, o filme é simplista e ingénuo, e como entretenimento é demasiado insípido, arrastado e indistinto, repetindo todos os clichés boy meets girl. Uma oportunidade desperdiçada.

E O VEREDICTO É: 1,5/5 - DISPENSÁVEL

7 comentários:

ed disse...

esse filme ainda vai demorar para estrear aqui no Brasil, e mesmo assim nao tenho a intenção de ve-lo. Conheço-o apenas de ver a % no rotten tomatoes. Referindo-se a post anteriores, gosto muito de the killers.

gonn1000 disse...

Pois, também não é propriamente dos melhores que tenho visto, mas paciência...Gosto mais dos The Killers :)

Maria disse...

Por causa de "Bend it Like Beckham", esse filme foi esperado aqui em Inglaterra com alguma antecipação. No entanto, parece me que acabou por ser uma desilusão tanto de publico como de crítica. Eu concordo plenamente porque estava à espera de algo muito melhor. Quanto aos The Killers acho que mereciam mais um pontinho na escala de 0 a 5 :)

gonn1000 disse...

"Bend like Beckham" estava longe de ser genial, mas pelo menos era um filme divertido e promissor. Este "A Noiva Indecisa" é mesmo, como dizes, uma desilusão...

Gosto do disco dos The Killers, é daqueles que ouço sem problemas do princípio ao fim, mas nunca chega a arrebatar-me. Por isso, 3 estrelas :)

Gustavo H.R. disse...

Detesto comédias românticas, com raras exceções. Tinha lido pouquíssimo sobre esse filme, e me parece mesmo dispensável.

gonn1000 disse...

Pois, para mim está longe se ser um título obrigatório...

betterlovemaking disse...

Hey....you have a wonderful coping with divorce
blog here. I also have a coping with divorce
site full of useful information. Please stop by when you get time.

Thank you