quarta-feira, julho 27, 2005

UMA QUINTA NA PRADARIA

Aos 30 anos, Mathilde, uma técnica de informática parisiense, decide deixar o seu emprego confortável, mas rotineiro, para se tornar agricultora, um sonho antigo mas até então sem concretização.
Assim, deixa a cidade e parte para uma quinta numa zona rural, onde convive durante os primeiros meses com o ex-proprietário desta, Adrien, um velho agricultor que pretende deixar a actividade em breve.

Sustentado sobretudo pela conturbada relação dos seus dois protagonistas, "Uma Andorinha fez a Primavera" (Une Hirondelle a fait le Printemps) proporciona um interessante olhar sobre o quotidiano campestre e assinala a estreia de Christian Carion na realização.

Geralmente plácido e sereno, o filme apresenta um competente estudo de personagens, centrando-se em duas figuras que, embora possuam pontos de vista algo divergentes, acabam por gerar um peculiar relacionamento e apercebem-se de que a tradição e a inovação não são necessariamente incompatíveis.

Christian Carion oferece um retrato curioso do dia-a-dia campestre, dando tanto espaço à prosperidade como a inesperadas contrariedades, e aposta numa realização de traços apropriadamente realistas, próximos de um estilo documental. Mathilde Seigner e Michel Serrault compõem de forma convincente duas personagens marcadas pela obstinação e solidão, com desempenhos espontâneos e credíveis.

Contudo, apesar destes bons elementos, falta a "Uma Andorinha fez a Primavera" alguma intensidade dramática que o faça tornar-se numa experiência cinematográfica mais marcante. É um filme competente e correcto, mas também demasiado linear e cauteloso, sem grandes doses de risco. Não deixa de ser, no entanto, uma película simpática e uma primeira-obra promissora e acolhedora, ainda que sem o golpe de asa que lhe permita atingir vôos mais altos.

E O VEREDICTO É: 2,5/5 - RAZOÁVEL

9 comentários:

Flávio disse...

Exacto, e ainda por cima é frances... ;)))

gonn1000 disse...

Valha-nos o ciclo de cinema francês do Nmas e o de independentes americanos do Ávila para compensarum cartaz cinematográfico tão fraco como o deste Verão...

Daniel Pereira disse...

Wow! Foste ver isso? E quando um texto sobre a "Guerra dos Mundos"?

gonn1000 disse...

Ah pois fui (porquê o espanto?)!! A "Guerra dos Mundos" está para breve...

brain-mixer disse...

Um que eu estou empolgado para ver é o "Pas de repos pour les braves". Há um "Lynch" ali pelo meio...

gonn1000 disse...

Já vi esse e não me empolgou muito (analiso-o na secção das críticas: "Os Bravos não têm Descanso")...

brain-mixer disse...

Já li a crítica dos "bravos...". Mesmo assim, vou arriscar! ;)
...
Não deixes de passar pelo meu blog, hem?

gonn1000 disse...

Arrisca, então, nunca se sabe...

E sim, continuo a psaar por lá :)

Scott Arthur Edwards disse...

Dear friend, here is a cool business you can join for FREE and you also get 100 FREE advertising credits just for signing up...
Click here: FREE PICTURE WITHOUT A CAMERA