segunda-feira, julho 18, 2005

DOIS VELHOS RABUGENTOS

Filme independente belga de baixo orçamento, "Aaltra" é assinado por Benoît Delépine e Gustave Kervern, dupla que assume simultaneamente o cargo de realizadores e actores (encarnam os dois protagonistas).

No centro da acção está o conturbado percurso de dois vizinhos de meia-idade que vivem um quotidiano pouco auspicioso, mas o seu dia-a-dia torna-se ainda menos próspero quando têm um acidente com uma máquina agrícola e ficam ambos paralisados da cintura para baixo.

Colocando de lado - pelo menos parcialmente - as suas diferenças e antagonismos, ambos decidem deixar a Bélgica rural e efectuar uma viagem rumo à Finlândia, uma vez que é aí a sede da empresa Aaltra, fabricante da máquina que suscitou o acidente.

Delépine e Kervern proporcionam um road-movie de tons contemplativos e serenos, por onde passam algumas doses de bizarria a espaços. Um dos aspectos mais curiosos é o facto da viagem ser maioritariamente percorrida numa cadeira de rodas, mas esta é apenas uma das múltiplas características offbeat que "Aaltra" contém.

Com um sentido visual peculiar - imagem granulada e a preto-e-branco - e um argumento que assenta sobretudo em gags entre o burlesco e algum slapstick, o filme promete tornar-se num curioso exercício de cinema marginal.
Contudo, os resultados desiludem, pois embora haja por aqui três ou quatro momentos divertidos - o monólogo num bar ou as cenas em que a dupla "pede" dinheiro na rua -, o humor corrosivo e irónico desses episódios não domina a maior parte da película.
"Aaltra" perde-se em sequências demasiado longas e algo repetitivas, e a culpa nem é tanto da quase escassez de diálogos mas da débil gestão do ritmo, o que origina várias ocasiões onde a monotonia impera.

O filme de Delépine e Kervern poderá agradar, ainda assim, a quem procure um filme sobre outcasts, mesmo que o humor negro não seja muito frequente e dê lugar a um registo lacónico e amargurado que se torna cansativo. Uma viagem com potencial, mas infelizmente desapontante.

E O VEREDICTO É: 1,5/5 - DISPENSÁVEL

15 comentários:

Daniel Pereira disse...

Não vejas Chaplin nunca. Ainda te arriscas a dizer mal...

Gustavo H.R. disse...

Cruzes. Esse é um sério candidato a filme que jamais atravessará os oceanos...

brain-mixer disse...

Eu já tinha ouvido falar deste filme numa revista de cinema, achei curioso e tenho realmente de vê-lo. Agora, essa de não atravessar os oceanos... Lembra-te que Hollywood sempre pode fazer um remake xunga deste filme, hem?! Eh eh!

gonn1000 disse...

Daniel Pereira: Hmmmm...Comparar "Aaltra" a Chaplin?? Olha que para alguns isso sim, pode ser uma heresia :)

Gustavo: Olha que não perdias muito...

Brain-Mixer: Sim, é curioso, mas quanto a mim dispensável...Um remake norte-americano??? LOL, parece que já estou a ver uma corrida de cadeiras-de-rodas com montagem acelerada...

André Batista disse...

Eu quero ver esse filme. Já li muitas criticas positivas ao filme. Boa análise.

gonn1000 disse...

Sim, há algumas críticas positivas, mas confesso que o filme não me convenceu mesmo. O melhor é julgares por ti...

Daniel Pereira disse...

Não é comparar, isso não se faz. Mas o filme bebe do burlesco. Eu é que já vou adivinhando os teus gostos e estava a meter-me contigo...

Kraak/Peixinho disse...

Naum me parece. Filmes saídos da cabeça de belgas... Até o... (naum me lembro do nome) que era com o tipo dos dEUS, que andava em pulgas p/ ve-lo foi um deboche de filme, imagina este... Pela tua descrição Gonn, convenceste-me definitivamente a NAUM ir. Quero la saber de road-shows pela Finlândia.

Belgian Choc's Hugzzz

gonn1000 disse...

Daniel: Sim, já me tinhas dito que provavelmente não iria gostar e - surpresa! - acertaste :D Mas também há já algum tempo que não discordávamos, era inevitável...

Kraak/Peixinho: Esse realizado pelo vocalista dos dEUS não vi, mas até parecia promissor. Enfim, se quiseres arrisca, mas se não fazes questão acho que também não perdes muito (vê antes o "Cruel", esse vale o preço do bilhete :D)...

S0LO disse...

Hum...e eu que estava com boas expectativas para este "Aaltra" :o.
Por falar em Indie Lisboa - sim, este filme esteve no Indie - vi ontem o "My Summer Of Love" que também passou por lá :) e tenho a dizer que gostei! É um bom filme independente. Análise em breve.

Cumps. cinéfilos

gonn1000 disse...

Sim, do "Amor de Verão" ("My Summer of Love") também gostei, é um bom filme indie, como dizes, agora o "Aaltra" dispenso :)

Eur3ka disse...

parece que neste filme as nosssas opiniões são muito divergentes,lol.
eu gostei do filme, achei imensa piada ;)

gonn1000 disse...

Poi, já reparei que desta vez as nossas opiniões divergem mesmo muito. Acontece... :)

FDV disse...

a ver vamos.

já me falaram muito bem dele.

bom artigo.

cumprimentos.

gonn1000 disse...

Não me convenceu, mas talvez te caia no goto. Hasta ()