sábado, janeiro 29, 2005

HINOS URBANOS

A fusão de referências herdadas do hip-hop, folk, rock e música de dança esteve na origem de muitos - e criativos - projectos musicais dos anos 90, como Beck, Eels, Soul Coughing, Bran Van 300, DJ Shadow ou Luscious Jackson, entre outros, e gerou alguns dos discos mais marcantes dessa década.
"Ordinary Man", o primeiro álbum dos Day One, foi editado em 2000 e consegue ainda destacar-se como um dos exemplos felizes desse cut n' paste de sonoridades e domínios estéticos.

Só o facto de ser um dos nomes divulgados pela editora Melankolic, dos Massive Attack, já tornava o projecto num caso curioso, mas a audição do disco revela que a aposta foi mais do que merecida.
O duo de Phelim Byrne (vocalista) e Donni Hardwidge (multi-instrumentista) apresenta uma muito convincente estreia que congrega o hipnotismo das batidas trip-hop, a aspereza do indie rock, a vertente aconchegante da folk, as camadas doces da pop e a linguagem de rua do hip-hop. É certo que esta mistura de elementos já foi efectuada anteriormente por outros artistas, mas os Day One conseguem gerar aqui uma perspectiva pessoal e singular que os afasta de comparações mais óbvias, construindo uma identidade própria e refrescante.

Embora o disco esteja marcado por ambientes minimalistas, exibindo uma postura lo-fi, o trabalho de produção é exímio e minucioso, o que não é propriamente inesperado tendo em conta que o produtor é Mário Caldato Jr. (colaborador habitual dos Beastie Boys).
As canções ora seguem formas mais convencionais - como na simplicidade pop de "In Your Life" - ora enveredam pelo spoken-word - em "Walk Now, Talk Now" -, mantendo sempre apelativas e surpreendentes sonoridades electro-acústicas.

O resultado final é diversificado mas coeso, unindo um irresistível sentido de humor a uma sentida melancolia e proporcionando episódios tão entusiasmantes como a envolvente e apaziguada "Autumn Rain", as sombrias "Truly Madly Deeply" e "Paradise Lost", os tons optimistas e harmoniosos de "Love on the Dole", a irreverência e ironia de "Bedroom Dancing" e "Trying Too Hard" ou a urgência de "I'm Doing Fine", este o grande momento do disco (o que não é fácil, num álbum repleto de óptimos temas).

Para além das versáteis atmosferas sonoras, outro dos trunfos fortes de "Ordinary Man" são as letras, que reflectem perspicazes retratos do quotidiano urbano e condensam sensibilidade, ironia e uma considerável vertente lúdica.
A voz de Phelim Byrne contém emotividade suficiente para carregar as canções, apresentando subtis fragmentos da vida contemporânea marcados por um idealismo realista.

Apesar de conter bons ingredientes, "Ordinary Man" é um daqueles discos perdidos que permanece numa quase total obscuridade, inversamente proporcional aos traços de criatividade e pontuais momentos de génio que oferece. No entanto ficará, para aqueles que o conhecem, como um saudável exemplo de (re)invenção da linguagem da pop para o novo milénio, assinalando uma das estreias mais auspiciosas dos últimos anos.

E O VEREDICTO É: 4/5 - MUITO BOM

7 comentários:

O Puto disse...

Tb achei o mesmo quando me emprestaram este álbum há uns anos e do qual conservo um cópia em minidisc. Um disco menosprezado, com uma combinação equilibrada de folk e hip-hop. E sem dúvida que "I'm Doing Fine" é um grande tema!

O Puto disse...

Os blogs têm um papel importante na divulgação. Graças ao teu post, mais gente vai passar a conhecer os Day One.

gonn1000 disse...

Pois, espero bem que sim, vamos ver se resulta...E tu também tens muitas responsabilidades na divulgação musical via net ;)

O Puto disse...

Este teu post foi inspirador ao ponto de ter passado "I'm Doin' Fine" na última edição do meu programa de rádio. ;)

gonn1000 disse...

Só te fica bem...:)

JGSC disse...

Aqui está um álbum que me continua a passar ao lado.. Já há anos que oiço falar bem dele e por este ou aquele motivo ainda não o ouvi... Hummm...

gonn1000 disse...

Pois, não é um disco que se encontra em todo o lado, e o facto do projecto ter (aparentemente) acabado também não ajuda muito...