terça-feira, fevereiro 21, 2006

MAIS DO MESMO

Há dois anos, “Saw – Enigma Mortal” constituiu, para alguns, uma interessante revisitação do thriller urbano, ancorado num serial killer que se dedicava a massacrar as suas vítimas com apurados requintes de malvadez e sadismo.
O filme de James Wan tornou-se numa obra de culto e chegou a ser comparado com “Sete Pecados Mortais”, pelo tipo de atmosferas e referências, embora o seu nível de inspiração e consistência ficasse muito aquém do que tornou a película de David Fincher num título de recorte superior.

“Saw II – A Experiência do Medo” é a obrigatória sequela, motivada decerto pelos relativos bons resultados financeiros do primeiro filme, e não se distancia muito do episódio anterior, centrando-se noutras personagens mas seguindo pressupostos semelhantes.

Desta vez, o vilão Jigsaw é encontrado pela polícia mas isso não implica que os seus jogos de manipulação e violência terminem, pois este revela a Eric Matthews, um dos agentes, que encarcerou o seu filho e outras sete pessoas numa casa, situação que se torna mais problemática quando os prisioneiros dispõem de poucas horas de vida. Jigsaw é o único que poderá salvá-los e impedir que uma toxina os mate, mas para isso Matthews deverá ouvi-lo e obedecer-lhe.

Propondo mais um exercício de suspense, “Saw II – A Experiência do Medo” pouco inova face ao filme antecessor, possuindo os mesmos defeitos e (escassas) virtudes. Darren Lynn Bousman, que ocupa agora a função de realizador, não se revela muito imaginativo, apresentando um trabalho de câmara demasiado colado ao de James Wan, mas ainda menos conseguido, abusando de uma efervescência visual que poderia ser absorvente se não se perdesse numa montagem epiléptica que confunde dinamismo com tensão.

O facto do argumento colocar oito personagens num espaço fechado a lutar pela sobrevivência não é especialmente inovador e já foi feito de forma mais convincente em “Cubo”, de Vincenzo Natali. A ideia poderia voltar a resultar aqui, caso a maioria dos prisioneiros não fossem tão descartáveis e mal interpretados, e embora haja alguns twists razoáveis é ridículo que nenhuma das vítimas consiga resolver o enigma inicial à partida.

Apesar da fraca direcção de actores, Tobin Bell consegue fazer de Jigsaw um vilão com algum interesse e o jovem Eric Knudsen, no papel de filho do detective, é um dos poucos prisioneiros que gera alguma empatia, ainda que não cheguem a ser personagens com grande espessura dramática.
Também interessantes são as discretas ligações com os acontecimentos que decorreram no episódio anterior, que originam uma das melhores surpresas de “Saw II – A Experiência do Medo”, mas nada isto chega para que este seja um filme especialmente marcante ou recomendável.
Quem não aprovou o primeiro dificilmente se deixará envolver por este, enquanto que os restantes poderão dar-lhe o benefício da dúvida, mas pouco encontrarão de novo, entusiasmante ou memorável por aqui.

E O VEREDICTO É: 2/5 - RAZOÁVEL

14 comentários:

ícaro disse...

Gonn, achei Saw2 menos que razoável. Abraço.

gonn1000 disse...

Pois, se se pensar muito depois de o ver não se aguenta mesmo, mas enquanto dura consegue entreter minimamente.

membio disse...

eu gostei do primeiro, logo gostei do segundo, apesar do efeito novidade já não estar lá...

S0LO disse...

Penso que o último parágrafo resume bem aquilo que eu penso do filme :).

Abraço

gonn1000 disse...

membio: A mim não aqueceram nem arrefeceram :)

SOLO: Curioso, também acho :P

brain-mixer disse...

Como vem aí um terceiro filme, esperem por uma franchise do tipo Halloween, Sexta-feira 13, Elm Street... Por isso, enquanto estes Saw's tiverem público, vamos ter de gramar a pastilha para o resto da década ;)

gonn1000 disse...

Pois, e infelizmente a tendência habitual é que cada novo filme seja pior que o anterior :S

xico disse...

vocês não são dignos de respirar. o saw 2 é um excelente filme.

gonn1000 disse...

São opiniões, eu acho que está muito longe disso... o que tem o filme de excelente, então?

xico disse...

o que o saw2 tem de bom é o exercicio mental que proporciona ao espectador que viu o primeiro.
uma pessoa que tenha visto o primeiro sabe perfeitamente que o segundo filme vai seguir a mesma mecânica. então, durante todo o filme conjectura-se qual será o seu desfecho mediante as várias pistas que nos são dadas.
eu falhei ao tentar adivinhar o fim e por isso o filme constituiu uma experiência muito agradável.
agora quando fazes um post em que o titulo é: mais do mesmo, dá para entender que falhaste em compreender o saw2. o saw2 vale mais pelo enigma e não pelo filme em si. aliás o pastiche da fotografia entre os dois filmes é mais do que intencionada para providenciar a continuidade. a continuidade é a ideia geral do filme, para o caso de não teres compreendido. a continuidade é um elemento nevrálgico no que toca a classificar o género de filmes onde saw2 se insere. e que venha o 3 que eu adorei os dois primeiros.

gonn1000 disse...

Mas o teu comentário também confirma a minha ideia, ou seja, que "Saw 2" é mais do mesmo. Ok, o twist final é diferente e o ponto de partida tem algumas alterações, mas isso era o mínimo que se pedia. E se o twist até resulta de forma mais ou menos eficaz (até gostei da interligação com situações do primeiro filme), é só isso que te interessa? O filme até entretém, mas a realização, actores e construção de personagens parecem-me muito longe de excelentes, e por muito bom que seja um twist final (e este nem é nada assim tãaaao brilhante), não consegue salvar um filme desequilibrado em quase todos os outros elementos.

wizard disse...

bemm...

vi ontem u saw I i hj o saw II

sem duvida um filme estrelas!!

adorei..

dos melhores k ja vi...

so akelas taticas do " Quebra cabeças " de mais.. desd os aparelhos.. aos planos... a contruçºão de cada jogo..

lindo mm =D


abraço

gonn1000 disse...

Eu não gostei assim tanto, mas respeito a tua opinião. Fica bem.

Scott Arthur Edwards disse...

Hey, you have a great blog here! You really are very talented and deserve an honest compliment, congratulations! I'm definitely going to bookmark you!

I have a money making internet business tool site/blog. It successfully covers money making internet business tool related stuff.

Come and check it out if you get time, Scott.