sexta-feira, setembro 09, 2005

ESTRELAS SEM BRILHO

Aguardado com alguma expectativa, uma vez que adapta – finalmente, após vários anos em preparação - para cinema o muito elogiado livro de culto homónimo de Douglas Adams, “À Boleia Pela Galáxia” (The Hitchhiker’s Guide to the Galaxy) pretende ser uma sátira aos filmes de ficção científica e aos exageros que marcam muitas dessas obras, tentando ainda explorar questões existenciais acerca do papel do Homem e da sua relação com o universo.

Garth Jennings, com alguma experiência na realização de videoclips e anúncios publicitários, apresenta aqui a sua primeira longa-metragem, mas apesar de uma evidente dedicação ao projecto e de alguns momentos inventivos, o resultado é decepcionante, ficando muito aquém daquilo que uma adaptação destas poderia atingir.

Os minutos iniciais do filme são bastante promissores, uma vez que as cenas musicais com os golfinhos são suficientemente irreverentes e hilariantes, mas ao fim de algumas cenas a narrativa torna-se inconstante e demasiado fragmentada, as personagens nunca deixam de ser enfadonhas e excessivamente caricaturais, os efeitos especiais não impressionam e o argumento limita-se a seguir os moldes de tantos outros títulos de ficção científica, movendo-se num piloto automático que só é interrompido por ocasionais episódios humorísticos (nem sempre muito eficazes).

Colocar um homem da classe média, igual a tantos outros, a viajar pela galáxia após a destruição da Terra é um ponto de partida com potencial, mas Jennings oferece um filme com muitas pontas soltas e quebras de ritmo, tentando englobar diversas ideias mas raramente conseguindo aproveitá-las e apresentando um trabalho de realização competente, mas indistinto e sem grandes surpresas.

O elenco também não é particularmente cativante, pois apesar de Martin Freeman (conhecido, sobretudo, pela divertida série britânica “The Office”) encarnar um protagonista credível e do músico Mos Def assinalar uma interpretação razoável, Sam Rockwell abusa do registo histriónico, tornando-se irritante e aborrecido, e Zooey Deschanel tem um desempenho pouco carismático. Mas o maior problema nem é das interpretações, antes das personagens, que não geram grande empatia, exceptuando o bem conseguido robot Marvin, cuja constante depressão origina alguns gags inspirados.

“À Boleia Pela Galáxia” é, então, uma oportunidade mal aproveitada, pois o humor nonsense da escola Monty Python que Jennings pretende inserir raramente resulta e é quase sempre forçado, já que o filme tenta impor um estilo de comédia supostamente inteligente e subversivo mas que acaba por soar a falso dada a sua falta de espontaneidade e fluidez.

O filme poderia ter alacançado os tons delirantes presentes em “Marte Ataca”, de Tim Burton, ou em “Homens de Negro”, de Barry Sonnenfeld, películas que percorrem domínios próximos, mas está muito abaixo dessas referências, proporcionando quatro ou cinco cenas memoráveis entre muitas outras que se limitam a suceder-se e a arrastar-se sem fio condutor nem criatividade. Vale pela intenção, mas de intenções está a galáxia cheia...

E O VEREDICTO É: 1,5/5 - DISPENSÁVEL

12 comentários:

André Batista disse...

Eu quero muuuuuuuito ver este filme. Está no topo das minhas prioridades cinéfilas do momento.

gonn1000 disse...

Se fosse a ti não me entusiasmava tanto, não vás sair desiludido...

S0LO disse...

Tão pouco :| lol...Eu gostei. Pode não ser um filme memorável e o argumento é que dá cabo dele, mas vê-se bem :)!

Cumps. cinéfilos

gonn1000 disse...

Sim, vê-se, o problema é que se esquece logo a seguir...

brain-mixer disse...

Olha, mas eu vou ver na mesma. Estou à espera de algo do tipo "Galaxy Quest", que até gostei!

gonn1000 disse...

Não vi "Galaxy Quest", mas espero que seja melhor do que este...

David Santos disse...

tem momentos mto divertidos.
alguns que n se esquecem.
mas falta a genialidade dos monty python

gonn1000 disse...

Há alguns bons momentos,sobretudo no início, mas infelizmente não chegam para fazer um bom filme...

Lid disse...

Concordo com você, gonn. minha expectativa acerca deste filme era enorme, mas não fez jus ao livro. O filme é fraquinho e cansativo.

gonn1000 disse...

Sem dúvida, uma oportunidade mal aproveitada.

Scott Arthur Edwards disse...

Join NOW for FREE...

The Quick and FREE Way to Get a SWARM of Visitors to Your Site!

To find out more visit: money making internet business tool site. It successfully exposes FREE information covering Traffic and money making internet business tool related stuff.

Anónimo disse...

Wonderful and informative web site.I used information from that site its great.
1967 mercury park lane convertible oakland raider football coats keywords sanfran cisco hotels Disco land rover discovery bumper removal Best video conferencing mac