segunda-feira, novembro 21, 2005

OS MENINOS DANÇAM?

Depois de, em 2004, terem surpreendido tanto o público como a crítica através de um contagiante e energético álbum de estreia, os escoceses Franz Ferdinand regressam agora já com um segundo disco, oferecendo mais um conjunto de canções catchy e apelativas, caracterizadas por um rock portentoso e muito dançável.

À semelhança do seu antecessor, “You Could Have it So Much Better” é um concentrado de dinamismo e vibração, onde quase todos os temas possuem o apelo e imediatismo necessários para se tornarem em singles imbatíveis tanto em playlists radiofónicas como nas pistas de dança.

No entanto, apesar de ser um sólido party album onde o quarteto comprova a sua sensibilidade pop, este regresso perde na comparação com o disco de estreia, pois repete a fórmula que tornou “Franz Ferdinand” num registo tão refrescante e carismático, investindo quase sempre nos mesmos ambientes e sonoridades e não se desviando muito da amálgama new wave/ indie rock/ funk/ brit pop que marcou canções cristalinas como “Michael” ou “This Fire” (proporcionando assim mais do mesmo, como ocorreu nos segundos trabalhos dos The Strokes ou Interpol).

Mesmo não estando à altura do álbum anterior, “You Could Have it So Much Better” ainda é capaz de arrasar grande parte da concorrência, uma vez que contém alguns momentos irresistíveis como “Do You Want To”, um dos singles do ano, o não menos envolvente “What You Meant” ou o atmosférico “Outsiders”, um dos raros episódios apaziguados, embora conte ainda com um ritmo viciante.
A maioria dos restantes temas possui também melodias criativas q.b. e refrões pujantes e trauteáveis, sendo embaladas pela soberba voz de Alex Kapranos, mas não é especialmente memorável, aproximando-se mais de uma competente mediania onde os rasgos de génio são apenas pontuais.

“You Could Have it So Much Better”, não sendo brilhante, é bastante agradável e compensa a falta de novidade com uma boa disposição (não obstante ocasionais doses de melancolia) a que é difícil ficar indiferente, confirmando a consistência de uma banda que poderia ter feito, apesar de tudo, muito melhor. Esperemos que venha a fazê-lo.

E O VEREDICTO É: 3/5 - BOM

17 comentários:

membio disse...

continua a ser um bom albúm e como disseste o único problema será o efeito novidade que já não se encontra neste segundo, houve uma preocupação de se afirmarem como banda, o que resultou bastante bem...

gonn1000 disse...

Sim, já se afirmaram, agora vamos ver se no próximo inovam um pouco mais.

O Puto disse...

Acho que são expectativas a mais. Eu, no lugar deles, não levava isso muito a sério. Afinal, não têm culpa por ter sucesso.

gonn1000 disse...

É verdade, mas acho que têm potencial para fazer um disco um pouco melhor. Ainda assim, este ouve-se bem...

Daniel Pereira disse...

Bom álbum, sem dúvida, embora longe do álbum de estreia. Não me parece haver nenhuma faixa melhor que alguma do primeiro álbum. Não gosto do single (que é que se há-de fazer) e preferia que tivessem feito Beatles o álbum todo.

gonn1000 disse...

Concordo, excepto na parte dos Beatles, já que acho que as canções mais lentas (excepto “Outsiders”) são as menos conseguidas.

LilyStrange disse...

eu não gosto do álbum... não sei, enfastia-me

kimikkal disse...

Pensamento Franz Ferdinand: "É pá, se isto resultou da primeira vez, porquê mudar? Toca a reciclar!..."

gonn1000 disse...

Lilystrange: Não tem o efeito surpresa nem a energia do primeiro, mas ainda merece algumas audições.

kimikkal: Não deve andar muito longe disso, mas tendo em conta que demoraram tão pouco tempo a fazê-lo até nem se saíram mal.

playlist disse...

Um dos disquinhos do ano!!Ah pois é..hehe

gonn1000 disse...

Um dos bons, não dos melhores ;)

H. disse...

Realmente o outro álbum primou por uma orignalidade e uma sonoridade contagiante.
Este ñ está mau... É como dizes, perdeu o impacto por repetir a fórmula, mas é sem dúvida um cd que vale a pena :)

gonn1000 disse...

Sim, ainda vale a pena, mas não vai para a lista de favoritos...

S0LO disse...

Vale a pena ouvir estes tipos :)!

By the way, estou de volta. Passa pelo meu blog.

Abraços =)

gonn1000 disse...

Já vi o teu post de regresso :)

S0LO disse...

Sim, mas já lá tenho também uma nova análise =).

Cumps.

gonn1000 disse...

Já a comentei :P