sexta-feira, junho 01, 2007

SISTEMA ENTRÓPICO

Enquanto responsável pela editora DFA, James Murphy tornou-se num dos timoneiros na disseminação da amálgama punk, funk, electro e disco que tem dominado alguma da música mais entusiasmante da década, diluíndo as fronteiras entre o rock e a música de dança com resultados por vezes infecciosos. No primeiro álbum dos LCD Soundsystem, Murphy assinalou um testemunho emblemático e deixou para a posteridade singles de inegável eficácia como "Yeah" ou "Tribulations", que quase compensavam o nível irregular das composições desse díptico algo sobrevalorizado.

"Sound of Silver", nova proposta após "45:33", um curioso disco para a Nike com música para jogging, alarga o espectro de influências que já se evidenciavam no registo de estreia, e se é verdade que Murphy é oportuno nas citações mais ou menos óbvias e oferece por vezes momentos criativos, no geral este é ainda um álbum desequilibrado, com mais ambição do que sucesso nos resultados alcançados.

"Get Innocuous!", o primeiro tema, é paradigmático dos problemas do disco. O início é intrigante, com sintetizadores pilhados dos Kraftwerk ao serviço de uma cadência minimalista e repetitiva, mas cativante, que infelizmente é mal aproveitada ao longo de mais de sete minutos que se tornam monocórdicos e cansativos. "Time to Get Away", com uma estrutura não muito diferente, também acusa algum cansaço, ainda que tenha a vantagem de durar menos tempo, e por isso só à terceira canção é que os resultados começam de facto a entusiasmar.
Single simultaneamente abrasivo e trauteável, "North American Scum" é uma injecção de energia rítmica que, ao contrário da maioria das canções do álbum, se mantém do princípio ao fim e promete causar estragos numa pista de dança que se adivinhará concorrida.

Ainda mais surpreendente é a canção seguinte, "Someone Great", de longe a melhor de "Sound of Silver" e imprescindível entre as mais cativantes de 2007, que revela um lado dos LCD Soundsystem, contido e frágil, até então inexplorado. Metade canção de embalar, metade exercício dançável embora longe de pujante, é o ponto em que o projecto mais se aproxima de uma balada - até tem direito ao brilho dos xilofones - e o resultado é belíssimo. Infelizmente, este oásis de inspiração não tem continuidade no resto do disco, já que "All My Friends" volta a insistir numa repetição rítmica abusiva, desta vez via piano, e a tendência prossegue em "Us v Them" e no tema-título.

O tema final recupera algum do interesse perdido, através de uma inesperada mudança de azimutes onde Murphy se candidata a sósia de Lou Reed - depois das muitas vénias a David Byrne - em "New York, I Love You But You're Bringing Me Down", carta de amor e ódio (ou, pelo menos, desencanto) à Big Apple com uns LCD Soundsystem atipicamente acústicos. É pena que, apesar de ocasionais pistas interessantes como esta e de uma curiosa fusão de heranças - de David Bowie a Human League, passando pelos Talking Heads -, "Sound of Silver" seja um trabalho desigual e quase sempre frustrante. Um disco competente, mas cansativo.


E O VEREDICTO É:
2,5/5 - RAZOÁVEL




LCD Soundsystem - "North American Scum"

21 comentários:

Spaceboy disse...

É SÓ o álbum do ano.

gonn1000 disse...

Álbum mediano do ano?

O Astronauta disse...

Como diz, e bem, o Spaceboy: é SÓ O ÁLBUM DO ANO! eh eh...

gonn1000 disse...

Acho mais surprendente o facto de vocês terem concordado em alguma coisa :P
O meu preferido até agora é o dos New Young Pony Club, mas o Verão também ajuda a que pareça melhor.

O Astronauta disse...

Eu acho mais surprendente o Spaceboy gostar tanto dos LCD SOUNDSYSTEM. Tendo em conta que o James Murphy é branco e nunca trabalhou com o Timbaland...é de estranhar! Eh eh eh...estou a brincar, é só para meter com ele.

P.S.: O novo disco dos Recoil estranha-se mas entranha-se. Já ouviste?

gonn1000 disse...

Esperemos que o Murphy não participe num disco a solo do Timbo :S
O dos Recoil ainda não veio cá parar, acho que ainda não ouvi nenhuma canção do disco, mas é projecto para merecer investigação.

Spaceboy disse...

Ah ah, essa foi boa, lol. (Sei que estavas a brincar.)
Mas por acaso não seria mau de todo ouvir uma colaboração do Timbo com o Murphy, seria algo interessante e bem melhor do que as colaborações manhosas com Fall Out Boys e SWR.

gonn1000 disse...

Sim, acredito que fosse melhor do que essas, devia ser coisa para ficar na primeira metade do disco :)

O Astronauta disse...

Agora mais a sério: por acaso uma colaboração entre o Timbo e o Murphy, em teoria, até poderia resultar em algo bastante interessante. Ou não, nunca se sabe...Mas, como disse, em teoria, tinha tudo para a dar certo.
Ainda a propósito do Timbas, ando mortinho para ouvir o que saiu da colaboração com os "meus" Duran Duran! Uma colaboração entre os Reis da Pop dos 80s e o Rei da Pop dos 00s só pode resultar em algo muito bom! Mas, lá está, em teoria, é claro...

Cheers.

P.S.: Spaceboy, não eras tu quem estava a meter som na Carbono no sábado passado? Só me apercebi que eras tu dois ou três dias depois, caso contrário tinha-te dado um abraço. Por acaso quando lá estive, entre as 18h e as 19h, lembro-me que até ouvi umas coisas porreiras.

gonn1000 disse...

Bem, nem o Timbaland nem os Duran Duran me entusiasmam especialmente, e tendo em conta os últimos discos da banda do LeBon - eu sei que gostaste, mas aquele "Astronaut"... - o Timbo terá que estar muito inspirado para que a coisa resulte. Mas nada como esperar para ouvir...
E sim, o Space esteve a passar música na Carbono, não comprovei se foi bom ou não porque nesse dia estava a trabalhar.

Spaceboy disse...

Era eu na Carbono sim, também tinha impressão que eras tu mas como não tinha a certeza absoluta não disse nada. Ainda bem que gostaste do que ouviste.:)
Também estou curioso com ela colaboração do Timbo com os Duran Duran, com o Justin à mistura.

gonn1000 disse...

O Justin também?! Ena :/

Kraak/Peixinho disse...

Bem, eu nem acredito no que estou a ler. Subscrevendo de imediato o Spaceboy e o Astronauta: é SÓ o álbum do ano.

:Z

gonn1000 disse...

Bah, conspiradores :P
Olha, até prefiro o das Bunny Rabbit ;)

Spaceboy disse...

Diz-me por favor que não estás a falar a sério.

gonn1000 disse...

http://gonn1000.blogspot.com/2007/04/bad-girls.html :)

extravaganza disse...

UM DOS álbuns do ano!

gonn1000 disse...

No meu caso será para aí o 36º melhor do ano.

Kraak/Peixinho disse...

Bunny Rabbit?? Deves estar a gozar, com certeza... Tenho aqui um promo que me foi oferecido. Se quiseres, dou-to (aliás até agradeço que este disco saia cá de casa)

:Z

gonn1000 disse...

LOL Obrigado, também recebi um :P
A gozar porquê??

Fernando disse...

Vocês não acham o LCD Soundsystem parecido com o Gang of Four?