sábado, março 26, 2005

CINEMA - TOP 10 2004

10) "Antes do Anoitecer" - disponíveis para amar?
Richard Linklater, Ethan Hawke e Julie Delpy voltam a juntar-se depois de "Antes do Amanhecer" e demostram que os anos passaram mas a magia manteve-se. A sequela de um dos filmes indie mais emblemáticos dos anos 90 é um genuíno labour of love e um dos mais cativantes dramas de 2004. Uma pequena pérola.

9) "Noite Escura" - terna é a noite
Um murro no estômago é o que se pode dizer do pujante filme de João Canijo sobre o Portugal rural perdido na angústia de uma casa de alterne. Um visceral drama familiar de contornos trágico e uma obra maior do cinema português recente.

8) "Shattered Glass - Verdade ou Mentira" - quanto vale uma boa história?
Um bom filme sobre os meandros do jornalismo e uma interessante oportunidade para ver Hayden Christensen sem o ar baço da sua interpretação na saga "Guerra das Estrelas", esta primeira obra de Billy Ray é um dos mais recomendáveis filmes independentes norte-americanos que passou (despercebido, e é pena) por salas portuguesas em 2004.

7) "Desencontros" - maridos e mulheres
Laura Dern, Mark Ruffalo, Naomi Watts e Peter Krause: quatro dos mais interessantes jovens actores norte-americanos, protagonizam este intenso drama de John Curran sobre o conturbado quotidiano conjugal. Sóbrio e silencioso, é um forte candidato a filme de culto.

6) "A Vila" - espíritos inquietos
M. Night Shyamalan apresenta aqui o seu filme mais conseguido, aliando um irrepreensível elenco a um argumento engenhoso e gerando uma das películas mais inclassificáveis de 2004. É uma história de amor? Uma parábola? Um filme de terror? Não interessa, é um grande momento de cinema, singular e encantatório.

5) "Má Educação" - entre a realidade e a ficção
Negro, denso e perturbante, "Má Educação" é um dos filmes mais obscuros de Pedro Almodóvar, que aqui se centra no universo masculino para proporcionar uma estória de amor, desejo, vingança e obsessão. O resultado é forte e poderoso, e ninguém sai da sala de cinema da mesma forma que entrou…

4) "Kill Bill: A Vingança - Vol. II" - die hard
O segundo episódio da muito amada saga de Quentin Tarantino e Uma Thurman é mais um concentrado de energia cinética, múltiplas referências da cultura pop e, claro, uma inegável coolness. O primeiro filme já continha esses elementos, mas a sequela supera-o ao acrescentar uma vital carga emocional, transformando este segundo tomo num vibrante épico sobre a vingança e a maternidade.

3) "O Homem-Aranha 2" - nas teias de um bom blockbuster
Um dos melhores filmes baseados no universo dos comics, a nova aventura cinematográfica que junta Sam Raimi e Tobey Maguire situa-se muito acima da concorrência e ganha o título de blockbuster do ano. Um delicioso filme-pipoca e um entretenimento de grande nível.

2) "Os Sonhadores" - quando o sonho, através do cinema, comanda a vida
Bernardo Bertolucci regressou e trouxe consigo um dos seus melhores filmes. Absorvente visão sobre o fim da adolescência, o Maio de 68 e a paixão pelo cinema, "Os Sonhadores" é uma obra intemporal e viciante, um dos títulos essenciais de 2004. A (re)descobrir.

1) "O Despertar da Mente" - O FILME DO ANO
O papel da vida de Jim Carrey? Não andará longe disso, já que na segunda obra de Michel Gondry o actor apresenta uma das suas interpretações mais contidas, envolventes e prodigiosas. Contudo, apesar do excelente elenco (com obrigatório destaque para Kate Winslet), o que torna "O Despertar da Mente" num filme tão refrescante é o surpreendente argumento de Charlie Kaufmann aliado às pequenas subtilezas da muito apropriada realização. A resposta emocional é fortíssima, o que só acontece nos grande filmes (como é o caso). Inventivo, delirante, profundo e brilhante...o filme do ano.

9 comentários:

Paulo disse...

Hehe. Chegou tarde mas chegou e ainda bem, porque é uma lista bastante interessante, com algumas escolhas que apoio totalmente. Agora é aproveitar este 2005 que está a ser do caraças. A ver vamos se se confirma ou não.

Ícaro disse...

Gonn, boa a lista dos melhores filmes de 2004. Dois deles que não vi já anotei para ver em vídeo/dvd: "Desencontros" e "Verdade ou Mentira". Abração.

gonn1000 disse...

Paulo: 2005 não está a ser mau, mas depois de Março as estreias interessantes são um pouco mais raras...

Ícaro: Obrigado, acho que vale a pena ver esses, que infelizmente passaram um pouco ao lado...

Gustavo H.R. disse...

KILL BILL V.2 e A VILA merecem destaque. São originais, provocativos e têm algo a nos falar. Aos demais, não assisti.

gonn1000 disse...

Pois, provavelmente alguns ainda não se estrearam no Brasil...

Marcos A. Felipe disse...

bons filmes, GONN... Assinaria embaixo da sua lista - mas só senti a ausência de Elefante.

gonn1000 disse...

Esse não faltou, mas está na lista de melhores de 2003 :)

Joana disse...

Andava aqui eu a investigar e finalmente encontro alguem que tambem acha que o despertar da mente é o filme do ano.
Conheço muito pouca gente que o tenha visto, e mesmo essas raramente gostam.

Pensando bem nao é o filme do ano, é o filme do milénio.O melhor filme de sempre. :D

Grande blog, já agora. :)

gonn1000 disse...

Ah, mas garanto que se procurares bem encontras masi uns quantos blogs cuja opinião é semelhante, o filme pode não ter sido um sucesso de bilheteiras mas tem muitos admiradores. De sempre não digo, mas é dos melhores do ano e da década.
Obrigado :)