quarta-feira, dezembro 06, 2006

HELLO KITTY

Não fui ao concerto da Cat Power, mas tendo em conta que inspirou este texto do par, acho que deveria ter ido.

15 comentários:

wellington disse...

Wow, mto bom. Andei lendo pelos blogues poraí, a malta toda reclamando do concerto..e isso e aquilo.. porra, o que eles esperavam, um concerto normal? Pra mim, foi uma das apresentações mais sublimes/insanas que ja vi.Foi completamente inesquecível. Lindo, Lindo.

P.S. E obg pelos esclarecimentos, ela pediu tantas desculpas «for the last show» que realmente fiquei curioso.Abraço

gonn1000 disse...

É, as opiniões não foram consensuais, pelo que vi, mas acredito que tenha sido um concerto imprevisível, ela tem fama disso.

Spaceboy disse...

O par devia mesmo escrever mais, mas ele já sabe disso.

Kraak/Peixinho disse...

Deixo aqui o mesmo comentário que deixei no blog do Par e no meu:

"Eu para já só queria dizer que o concerto foi um autêntico deboche. Ridículo. Desde as luzes ao som, passando pela Cat Power e pelo seu pessoal. Ela tem uma voz maravilhosa, é certo, houve canções que até me tocaram ao princípio, mas foi só. Ela não tem nenhum brio profissional e aquela postura de "posso fazer o que quero" não lembra. Desde alterar letras, esquecer-se das mesmas, alterar o curso dos temas pelos motivos acima mencionados, utilizar o seu pessoal como bengala porque já não sabia o que fazia... enfim. De tudo um pouco. Vergonhoso. Absurdo. Péssimo.

Felizmente não houve encores e o alinhamento foi para o lixo, ou seja, para o público.

Cat Power bateu muito no fundo. Drinks, Drugs & Rock NÃO Roll. "

Hugzz sem Power

gonn1000 disse...

Spaceboy: Concordo, também já lho disse.

Kraak: Eheh, parece que este foi mesmo um dos casos que ou se ama ou se odeia. Pela tua descrição, parece que ela iria dar-se bem com o Jorge Palma ou, quem sabe, com o Pete Doherty.

Sunday Morning disse...

o texto esta lindo !!! mas o concerto não era nada de especial

gonn1000 disse...

Bem, cada um vê à sua maneira :)

João M disse...

eu gostei, e não acho que tenha sido um concerto do tipo "ou se ama ou se odeia". a escolha de músicas é que foi um bocado naquela.

gonn1000 disse...

Se calhar foi porque ela dançou como no vídeo do "Cross Bones Style" (se cantou essa então gostava mesmo de ter ido cinco minutos).

wellington disse...

O mais engraçado, e pelas resenhas de hoje no Publico e DN confirma-se isto, é que ela foi ovacionada de pé por uns bons dez minutos!! Onde estava esta gente toda que nao gostou do concerto?!

gonn1000 disse...

Se calhar já tinha saído :P

Anónimo disse...

Foi ovacionado, foi. Mas para por ela que pelo concerto.

É a primeira vez que a vi em concerto, e foi uma decepção. No entanto, os seus discos são de uma excelência e de uma perfeição indiscutível. Talvez seja por isso - tinha grandes expectativas... que não foram atingidas.

gonn1000 disse...

Nunca a vi ao vivo. Dos discos que conheço, acho que têm altos e baixos, não é das minhas cantoras/compositoras preferidas mas gosto.

wellington disse...

Acho o «What would comunnity think» o seu melhor disco. E ela não tocou nada dele! Nem «As nude as the news» uma das mais lindas canções da sua carreira.Pena.

gonn1000 disse...

Só conheço os discos mais recentes, o de covers, o "You Are Free" e o muito sobrevalorizado "The Greatest". Conheço algumas canções de discos anteriores, a minha preferida é capaz de ser a "Cross Bones Style".