quinta-feira, outubro 25, 2007

ESTREIA DA SEMANA: "O ESCAFANDRO E A BORBOLETA"

Depois de "Antes que Anoiteça", Julian Schnabel regressa com "O Escafandro e a Borboleta" (Le Scaphandre et le Papillon), mais uma obra inspirada num caso real e com um protagonista numa situação-limite. Desta vez, o realizador segue o jornalista Jean-Dominique Bauby, que ficou paralizado após um AVC e conseguia apenas mexer um olho, a sua única forma de comunicar com terceiros.

Se é verdade que "Mar Adentro" já enveredou por temática próximas há pouco tempo, diz quem viu que aqui a abordagem é distinta, mas não menos conseguida. Mathieu Amalric e Emmanuelle Seigner são os dois nomes centrais deste filme que deu a Schnabel o prémio de Melhor Realizador na última edição de Cannes.

Outras estreias:

"A Outra Margem", de Luís Filipe Rocha
"Ao Anoitecer", de Lajos Koltai
"Bratz, O Filme", de Sean McNamara
"Os Seis Sinais da Luz", de David L. Cunningham
"Rescue Dawn - Espirito Indomável", de Werner Herzog
"Resident Evil 3: Extinção", de Russell Mulcahy
"Terra de Cegos", de Robert Edwards



Trailer de "O Escafandro e a Borboleta"

8 comentários:

_Loot_ disse...

Eu gosto muito dos filmes de Julian Schnabel, estou ansioso por ver este, que tenho ideia era para ser protagonizado por Johnny Depp, mas este senhor tem uma agenda muito preenchida.

gonn1000 disse...

Só vi o anterior e gostei, este também parece ser bom mas nada como confirmá-lo.

_Loot_ disse...

Tens de ver o basquiat também vale muito a pena.

Abraço

gonn1000 disse...

Assim que o apanhar, verei :)

Yôga - Amadora disse...

Bom Filme!

Abraço

gonn1000 disse...

Estou a contar com isso :)

inêsgens disse...

Pois vi e gostei muito, sim senhor!
E olha que digo isto enquanto estou presa no aeroporto de Madrid. Podes confiar na minha opinião de pessoa exausta e enraivecida com a Vueling. :)

gonn1000 disse...

Vá, vá, não te queixes que foste alvo de "inveja editorial" nestes últimos dias. Mas também eu fiquei "preso" à exportação hoje, e no cenário de sempre.
O filme se calhar marcha no fim-de-semana.