quarta-feira, janeiro 10, 2007

ESTREIA DA SEMANA: "GERAÇÃO FAST FOOD"

Há três anos, o documentário "Super Size Me - 30 Dias de Fast Food", de Morgan Spurlock, gerou polémica ao debruçar-se sobre os benefícios e (sobretudo) malefícios dos hambúrgueres e da comida rápida em geral. Agora, "Geração Fast Food" (Fast Food Nation), de Richard Linklater ("Antes do Anoitecer", "Escola de Rock"), volta a focar a questão, inspirando-se no livro homónimo de Eric Schlosser para seguir a história do "Big One", um popular menu de uma das marcas do género, que acaba por interligar o percurso de diversas personagens. O intrigante elenco inclui, entre outros, Catalina Sandino Moreno, Ethan Hawke, Greg Kinnear ou... Avril Lavigne :S

Outras estreias:


"A Coragem do Guerreiro", de Ronny Yu
"A Maldição 2", de Takashi Shimizu
"As Bandeiras dos Nossos Pais", de Clint Eastwood
"Body Rice", de Hugo Vieira da Silva

15 comentários:

Bárbara Novo disse...

Eu estava cheia de vontade, mas........ Avril Lavigne? :S:S Isso para a credibilidade do filme.. Bem. Guiar-me-ei pelas presenças de Ethan Hawke e da Catalina Moreno.. Se estrear por cá..

Cumprimentos! ;)
LeStrange, Wordpress

gonn1000 disse...

Pois, a Avril por si só também não me levava ao cinema, mas neste caso há outros elementos de interesse, como os actores que referiste ou o realizador.
Bom filme :)

suzy bannion disse...

Fui ontem à ante-estreia. Não é imperdível, mas acho que vale a pena ver.

gonn1000 disse...

Ainda não o vi, mas devo tratar disso em breve.

miguel disse...

Enganaste-te, o mais interessante da semana é o novo do Clint, quais documentários sobre a sociedade actual. :p

_Loot_ disse...

Alguém está interessado em ver o Body Rice? Não sei nada sobre o o filme e pretendo que continue assim, quero ver se arranjo tempo para ver, mas ainda falta ver tantos, babel, prestige etc.

gonn1000 disse...

miguel: Já vi os dois e, embora o novo do Clint seja interessante, gostei mais do filme do Linklater (que não é um documentário) :P
De qualquer forma, acho que ambos merecem ser vistos no cinema.

_Loot_: Também já vi esse, retrata um grupo de jovens alemães problemáticos que, na década de 80, vieram para o Alentejo para recuperação. É o pior filme que vi ultimamente, o realizador talvez fizesse bons videoclips, mas esta longa metragem é difícil de aguentar. Excessivamente experimental e abstracto, acaba por ser um ensaio sobre coisa nenhuma.

Anónimo disse...

Ok, fora de contexto, mas já fiz a minha lista de filmes de 2006.
Abraços cinéfilos

gonn1000 disse...

Já vi, já vi, o que me recorda que ainda tenho que colocar aqui a minha :)

H. disse...

Fast Food Nation é um título a ter em conta, sem dúvida (viva o Linklater!), mas a estreia da semana é o Clint Eastwood...

gonn1000 disse...

Não acho, o do Linklater parece-me mais convincente, pode ser que o Clint surpreenda a sério com "Cartas a Iwo Jima".

Anónimo disse...

Gostei do último Linklater (alias, semprei o achei um grande cineasta. Ja viste «Dazed and Confused»?)e da forma subtil com que ele tratou do tema,diferentemente do histérico «Super Size Me». Mas tantas estrelas num filme em papéis secundários esperava-se personagens mais densas. Um abraço.

gonn1000 disse...

Também acho que é bem melhor do que "Super Size Me", e sim, há muitas caras conhecidas mas a maioria só em cameos, embora isso não me pareça um problema (mas o que faz lá a Avril Lavigne?).
Infelizmente nunca vi o «Dazed and Confused», não é um filme muito fácil de encontrar...
Fica bem :)

Anónimo disse...

É assim tão difícil:

1. Usar itálicos para nomes de filmes?
2. Usar os nomes originais e não as péssimas traduções portuguesas dos mesmos?
3. Não chamar ao Richard Linklater "realizador de Escola de Rock e Antes de Anoiticer"?
4. Ver filmes que tenham sido feitos antes de 1999?
5. Ter um cérebro e escrever de forma inteligente?

Pelos vistos é.

gonn1000 disse...

1. Porque...?
2. Se os traduzem (bem ou mal), porque não?
3. Não o reduzo a isso, apenas destaquei dois filmes que realizou.
4. Não.
5. Faz-se o que se pode, se queres iluminados há muitos por aí.

Aproveitando a deixa, é assim tão difícil:

1. Assinar as opiniões que se atiram para o ar?
2. Não perder tempo com blogs que não valem a pena?